Tratamentos


PERIODONTIA

O tratamento periodontal depende da severidade do caso. No estágio inicial de gengivite, uma raspagem e profilaxia profissional devem ser suficientes para controlar o problema. Em casos mais avançados, é necessário realizar raspagens para remover o acúmulo de placa bacteriana e cálculo (tártaro) aderidos ao dente. Em casos ainda mais severos é necessário realizar cirurgias, remoção de dentes e próteses.

Uma vez que seu tratamento periodontal esteja concluído, é necessário realizar controles periódicos. A frequência de visitas ao dentista dependerá de cada caso. Na consulta de manutenção será avaliada sua saúde periodontal, sua higienização e será realizada uma profilaxia.

A Periodontia inclui também as cirurgias gengivais estéticas ou plástica gengival, que visa o recobrimento de raízes dentárias em áreas com recessões gengivais e cirurgias de Aumento de Coroa Clínica.


IMPLANTODONTIA

Implantes dentais são “raízes artificiais” de titânio. Um implante, em si, não é um dente artificial completo, mas sim, a substituição de sua raiz. Sobre ele, ou eles, deverá ser construída uma prótese unitária, ou múltipla retida ou suportada pelos implantes.


ODONTOLOGIA ESTÉTICA

É feito um estudo do sorriso de cada paciente por fotografias, moldes e medidas que permitem um detalhado em computador para verificar qual a necessidade estética de cada paciente. Dessa maneira podemos prever quais os tratamentos necessários para devolver a harmonia do sorriso, seja por meio de clareamento, forma da gengiva, mudanças na forma e cor dos dentes, implantes dentários, facetas de porcelana ou restaurações estéticas.


CIRURGIAS ORAIS

A Cirurgia Oral abrange desde a extração de dentes inclusos ou impactados, e não inclusos, cirurgias gengivais e cirurgias orais menores realizadas em consultório as cirurgias mais complexas para enxertia óssea em regiões aonde o volume ósseo comprometa a indicação para a instalação de implantes ósseos . Consiste nas cirurgias para levantamento do assoalho de seio maxilar, aumento de rebordo ósseo e outros.


PREVENÇÃO

Prevenção é o conjunto de ações que visam a diminuição da incidência da doença.  Tem por objetivo a promoção de saúde e proteção específica. É uma parte muito importante  da odontologia onde a manutenção tem como objetivo evitar futuras intervenções.


ENDODONTIA (TRATAMENTO DE CANAL)

  O tratamento de canal consiste na remoção da polpa dental, uma estrutura viva que contém, entre outros elementos, nervos e vasos sanguineos.

De modo geral, o tratamento é indicado em duas situações: 1) quando a polpa vital se apresenta inflamada, com dor espontânea (pulpite) em decorrência da exposição da dentina por cárie profunda, fratura da coroa, retração gengival etc; ou 2) quando a polpa perde a vitalidade (polpa necrosada) e compromete a estrutura que envolve a raiz, provocando inflamação da membrana periodontal e do osso de modo assintomático (granulomas e cistos) ou com dor (abscesso).